Bovespa fecha em baixa de 0,61% em ajuste pós-feriado

O dia foi de ajuste na Bolsa de Valores de São Paulo. O Ibovespa, principal índice, fechou com perda de 0,61%, aos 44.412 pontos. O mercado de ações operou em baixa desde o início dos negócios, se adequando ao desempenho negativo das bolsas internacionais ontem, quando a Bovespa esteve fechada por causa do feriado municipal em São Paulo. Os investidores reagiram com preocupação ao aumento muito acima do esperado das vendas de imóveis novos em dezembro nos Estados Unidos. As vendas cresceram 4,8%, para a média ajustada sazonalmente de 1,120 milhão de unidades, superando a previsão dos analistas, de crescimento de 1,2%. O dado, sinalizando que a economia norte-americana ainda está aquecida, despertou novamente o receio de que o banco central do país possa vir a subir a taxa básica de juro, o que fez com os juros projetados pelos títulos do Tesouro dos EUA (Treasuries) subissem. Esse tipo de movimento sempre costuma gerar impacto negativo nos ativos de risco de países emergentes como o Brasil, altamente dependentes do capital estrangeiro. Em Nova York, as bolsas estão oscilando diante das incertezas, após a queda expressiva da véspera, influenciada pela diminuição de 0,8% das vendas de imóveis residenciais usados em dezembro. Às 17h35 horas (de Brasília), o índice Dow Jones recuava 0,35% e o Nasdaq cedia 0,03%. O Ibovespa oscilou hoje entre a mínima de -1,83% e a máxima estável. O volume negociado totalizou R$ 2,88 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.