Bovespa fecha na máxima por provável acordo nos EUA

Investidores foram na esteira de NY, que reverteu para alta após otimismo com discurso de republicano sobre impasse fiscal nos EUA

Alessandra Taraborelli, da Agência Estado,

20 de dezembro de 2012 | 18h05

A Bovespa acompanhou a reversão para alta no mercado acionário de Nova York e encerrou na pontuação máxima desta quinta-feira. O humor dos investidores mudou após a fala do presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, o republicano John Boehner. A interpretação do mercado para o discurso foi que as discussões caminham para um desfecho positivo. Ações de peso do Ibovespa também passaram para o terreno positivo e sustentaram o indicador.

Com ganho de 0,46%, o Ibovespa fechou o dia na máxima, aos 61.276,12 pontos. No mês, a alta foi ampliada para 6,62% - se a performance se confirmar até o fim de dezembro, poderá ser o segundo melhor mês do ano, atrás apenas de janeiro. No ano, a valorização alcançou 7,97%. Na mínima, o índice atingiu 60.622 pontos (-0,62%). O giro financeiro ficou em R$ 6,506 bilhões. Os dados são preliminares.

Boehner explicou o motivo de colocar em votação nesta quinta-feira o projeto do seu partido para prorrogar cortes de impostos para contribuintes que ganham até US$ 1 milhão por ano. Segundo ele, o presidente dos EUA, Barack Obama, sempre defendeu que o projeto dos democratas protege 98% da população do aumento de impostos, enquanto o plano republicano "protege 99,81% dos americanos". A votação na Câmara da proposta fiscal do partido deve começar por volta das 22h30 (horário de Brasília).

Para o gerente de renda variável da corretora H.Commcor, Ari Santos, apesar de nada concreto, a impressão é que se está chegando a um acordo. O especialista em Bolsa da ICAP Corretora de Valores, Illan Besan, concorda com a leitura e faz um projeção otimista. "Bem possível um rali nesses últimos dias do ano se algo de fato sair sobre o abismo fiscal", afirmou.

Petrobrás e Vale avançaram. O papel ON da petroleira subiu 0,66% e o PN ganhou 0,57%. A ação ON da mineradora avançou 0,48% e a PNA teve valorização de 0,74%.

Em Nova York, às 17h44 (horário de Brasília), o índice Dow Jones tinha alta de 0,26%, o S&P 500 ganhava 0,42% e o Nasdaq subia 0,24%.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.