Bovespa inverte sinal e cai 0,19%;giro financeiro é fraco

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera sem o sinal dos mercados norte-americanos, fechados por conta do feriado do Dia da Independência. O giro é pequeno, de R$ 286 milhões. O Ibovespa manteve-se em alta até por volta das 11 horas. Às 11h28, o índice recuava 0,19%, aos 37.273 pontos, O noticiário é esvaziado. As ações preferenciais da Varig se destacam em alta de 20%, com R$ 16 milhões negociados. A Justiça do Rio de Janeiro convocou para o próximo dia 10 assembléia de credores da Varig que irá analisar a proposta de US$ 500 milhões feita pela VarigLog para compra da companhia aérea. Se a proposta for aceita, um novo leilão será marcado para o dia 12, na sede da Varig, no Rio de Janeiro Também circula a informação sobre outra proposta, no valor de US$ 600 milhões e que está sendo arquitetada pelo ex-presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Roberto Lima Netto. Ele trabalha junto com a consultoria americana Cinzel Partners. A idéia é formar um consórcio. Por volta das 11 horas, a Petrobras PN liderava os giros financeiros, com R$ 28 milhões e queda de 0,05%. Vale PNA negociava R$ 17 milhões e subia 0,11%. Bradesco PN movimentava R$ 16 milhões, com alta de 0,63%. Entre as principais altas, Telesp PN +3%; Embraer ON + 2,98% e Eletropaulo PN + 2,79%. Lideram as quedas: Comgás PNA -,149%; Petrobras ON - 0,96% e Celesc PNB -0,61%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.