Bovespa inverte sinal e sobe com Net e Souza Cruz

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operou em ligeira baixa nos cerca de 15 minutos após a abertura, mas inverteu o sinal. Às 11h43, a bolsa paulista subia 0,27%, aos 45.129 pontos. O destaque de alta estão papéis da Metalúrgica Gerdau, Usiminas, Net e Souza Cruz. As duas últimas ações sobem em reação aos balanços divulgados na sexta-feira passada. O mercado gostou da rentabilidade apresentada pela operadora de TV a cabo. Já a Souza Cruz se recupera. Conforme informou a Agência Estado, o balanço da Souza Cruz de 2006 ficou dentro das projeções dos analistas. Nas quedas recuavam AmBev, Perdigão, Transmissão Energia Paulista, Embraer Cosan e Cyrela. Para Perdigão, continuam pressionando as notícias sobre casos de gripe aviária. Nesta segunda-feira, segundo informa a agência Dow Jones, a Comissão Européia informou no sábado que testes feitos num laboratório credenciado pela União Européia (UE) na Inglaterra confirmaram que cerca 2.500 aves, entre as quais mil perus, morreram infectadas pelo H5N1, vírus da gripe aviária. O surto ocorreu numa granja com 159 mil perus. Além disso, a Organização Mundial da Saúde confirmou a primeira morte de um cidadão nigeriano pela doença. Cyrela também está caindo. Na semana passada as ações estiveram nos destaques de alta, justamente recuperando perdas recentes. Foram dos poucos que subiram numa semana repleta de novidades para o setor de construção civil, que sofreu pressão com a entrada de novas empresas na Bovespa. Cosan, que foi uma das principais altas da semana passada, hoje recua. No dia 31 o Deutsche Bank divulgou um alerta a seus clientes em que avalia que a baixa acumulada pelos papéis da companhia e

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.