Bovespa lança o POP, produto que limita perda em ações

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) lançaram hoje um produto voltado aos investidores para se precaverem com eventuais perdas em renda variável. Trata-se do POP - Proteção do Investimento com Participação -, novo produto que limita eventuais perdas com o investimento em ações. O POP é um instrumento de renda variável formado por três elementos: uma ação no mercado à vista e suas correspondentes opções de compra e de venda. Com isso, oferece proteção para um determinado valor estabelecido, em troca de parte dos eventuais rendimentos futuros. A partir de sexta-feira o POP poderá ser adquirido pelos investidores e, inicialmente, será oferecido com base em oito ativos: Petrobras PN, Vale do Rio Doce PNA, Bradesco PN, Usiminas PNA, Telemar PN, Itaú PN, CSN e PIBB. Pelo novo produto, o investidor define o nível de proteção desejado ao escolher em que série de POP vai aplicar. Se a ação cair, ele recebe o valor do capital protegido, cobrindo assim o risco ligado à desvalorização. Em contrapartida, se o papel subir, o investidor abre mão de uma parte do ganho da ação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.