Bovespa não é afetada por Bolívia e sobe 1,62%

O Índice Bovespa fechou hoje em alta de 1,62%, a 41.016 pontos, na máxima do dia. O volume de negócios de R$ 2,99 bilhões. O Ibovespa oscilou entre a máxima e a mínima de 40.276 pontos. A decisão do governo boliviano de nacionalizar as operações de gás e petróleo não assustou os investidores de Petrobras, principal componente do Ibovespa. Após uma abertura negativa (mínima de -0,21%), o Ibovespa reverteu rapidamente o sinal com a virada das ações da estatal. Passado o choque inicial, os investidores fizeram as contas e concluíram que a decisão da Bolívia de nacionalizar a exploração de gás e petróleo terá impacto limitado na Petrobras. O Merrill Lynch manteve hoje a recomendação de compra para as ações da Petrobras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.