Bovespa pega carona no otimismo externo e abre em alta

Investidores estão mais dispostos em comprar risco, na esperança de que progressos serão feitos na Europa

Olívia Bulla, da Agência Estado,

27 de setembro de 2011 | 10h17

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pegou carona no otimismo dos mercados internacionais e abriu o pregão de hoje em alta, em meio à fé que continua movimentando os negócios. Às 10h13, o índice Bovespa (Ibovespa) subia 1,88%, aos 54.758 pontos, na pontuação máxima até então.

Os investidores estão mais dispostos em comprar risco, na esperança de que progressos serão feitos para a Europa lidar com a sua crise das dívidas. Mas não há nenhuma certeza de que os ganhos serão mantidos até o fim do pregão. Enquanto isso, os desdobramentos das negociações entre líderes europeus e a agenda econômica dos Estados Unidos concentram as atenções.

"A Bolsa está sendo movida por muita especulação", avalia o gestor de renda variável da Máxima Asset Management, Felipe Casotti. Para ele, boatos sobre o salvamento do sistema financeiro europeu e um resgate ordenado da Grécia alimentam o apetite por ativos mais arriscados, mas em cima de uma base frágil. "Existe um esforço mundial para que se encontre uma solução e essa pressão traz alívio, mas não caracteriza nada", acrescenta o profissional, para quem a Bolsa deve seguir com alta volatilidade. "Uma abertura em alta não significa uma direção positiva para o restante do dia", conclui.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespaaberturacotações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.