Bovespa recua 1,26% e retorna aos 56 mil pontos

Pregão foi marcado pela volatilidade e afundou após perda de fôlego de Wall Street

Claudia Violante, da Agência Estado,

20 de setembro de 2011 | 17h37

A Bovespa teve um pregão volátil, embora esse movimento tenha sido mais forte no início e no final do dia. Ao longo da sessão sustentou-se em alta, na casa dos 57 mil pontos, mas foi perdendo o vigor no decorrer do dia. Virou para baixo no fim, para fechar nos 56 mil pontos. A alta da Vale foi insuficiente para sustentar os ganhos do índice, principalmente depois que Petrobras virou e engrossou o peso das ações em queda, que já contava com o movimento das siderúrgicas.

O Ibovespa fechou em baixa de 1,27%, aos 56.378,63 pontos, na mínima pontuação do dia. Na máxima, registrou 57.620 pontos, alta de 0,91%. No mês, voltou a acumular queda, de 0,21%, e, no ano, cai 18,65%. "As incertezas estão muito grandes. Os investidores não se arriscam a ficar posicionados", comentou um operador. Para ele, além do quadro externo, a situação doméstica também inspira cautela, ainda mais depois do IPCA-15 de setembro, que veio pior do que se esperava.

As ações da Vale fecharam com ganho de 1,01% na ON e de 0,96% na PNA. Esses papeis foram puxados pela alta do dólar, uma vez que a empresa é grande exportadora. Petrobras, por outro lado, virou e encerrou em queda de 1,13% a ON e de 0,96% a PN, mesmo com o petróleo tendo subido 1,39% na Nymex, a US$ 86,89 o barril.

A Bolsa também aprofundou a baixa no final da tarde depois que Wall Street perdeu fôlego. O Dow Jones conseguiu segurar a alta, mas ela ficou limitada a 0,07%, aos 11.408,66 pontos. S&P recuou 0,17%, aos 1.202,09 pontos, e Nasdaq terminou com baixa de 0,86%, aos 2.590,24 pontos. As atenções estão voltadas para o resultado da reunião de dois dias do Fomc, iniciada hoje, e também para o resultado das discussões entre Grécia e representantes da troica sobre uma solução para o país.

Tudo o que sabemos sobre:
bovespaPetrobrasVale

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.