Bovespa recua 1,83%, para nova mínima do dia

A piora de desempenho do mercado acionário norte-americano prejudicou a Bolsa de Valores de São Paulo esta tarde. Desde o início do dia, o Ibovespa, principal índice da Bolsa paulista, vinha acompanhando os índices das Bolsas de Nova York, e foi levado esta tarde pelo mau humor externo a nova pontuação mínima do dia. Por volta das 13h30, o Ibovespa cedia 1,83%, em seu pior momento, para 43.441 pontos. Minutos depois, recuava 1,71%, sinalizando que os investidores ainda não estão prontos para deixar o índice ceder 2% hoje. Enquanto isso, em Nova York, o índice Dow Jones recuava 1%, o Nasdaq perdia 1,33 e o S&P-500 tinha queda de 0,96%. Na Bovespa, apenas sete ações apresentavam alta, dentre as que compõem o Ibovespa. A mais importante ação brasileira, Petrobras PN, cedia 0,12%, para R$ 41,85, apesar da alta do petróleo nos mercados internacionais - em Nova York, a commodity subia 0,49%, a US$ 54,20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.