Bovespa recua à mínima do dia, em baixa de 0,26%

A bolsa tentou recuperar ao menos um pouco do tombo de 2% de ontem, mas virou o sinal durante a tarde: por volta das 14h30, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, bateu na mínima, aos 35.680 pontos, em queda de 0,26%. Na máxima, o índice chegou hoje a subir 0,91%. O alívio do início do dia vinha da alta dos papéis da Petrobras. Às 14h34, contudo, a ação preferencial da empresa recuava 0,81%. Vale do Rio Doce Ainda assim, o destaque negativo continua sendo a Companhia Vale do Rio Doce, que operava em queda de 1,40%, no mesmo horário. Segundo alguns operadores, a expectativa pela conclusão da compra, pela Vale, da canadense Inco segura um pouco as cotações do papel. A definição do negócio, para os otimistas, faria com que os papéis da mineradora brasileira subissem. Para os menos esperançosos, apenas serviria para conter a queda das ações. A transação elevaria o número de ativos da Vale fora do País e alteraria o foco de negócio da empresa, atualmente o minério de ferro. A companhia passaria a contar, também, com mais atividades não ferrosas. No entanto, a compra representará gasto para a empresa e investidores já questionam se a Vale conseguirá manter os dividendos bilionários dos últimos anos.

Agencia Estado,

12 de setembro de 2006 | 14h37

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.