Bovespa reduz ganhos, mas segue em alta de 0,87%

A Bolsa de Valores de São Paulo registra ganhos moderados desde a abertura do pregão. Às 12h55, o índice Bovespa avançava 0,87%, a 43.842 pontos. A máxima atingida hoje pela manhã foi de 1,37%, superando a marca dos 44 mil pontos. O volume total de negócios ainda está abaixo de R$ 1 bilhão, somando R$ 966 milhões. Ontem a Bovespa teve um giro financeiro de R$ 2,57 bilhões. As ações mais negociadas são Petrobras PN (preferenciais) e Vale do Rio Doce PNA (preferenciais da classe A). Com R$ 126 milhões em negócios até as 12h49, Petrobras PN valorizava 0,21%, cotada a R$ 42,44. Vale do Rio Doce PNA, com volume de R$ 135 milhões, ganhava 0,65%, negociada a R$ 61,80. As ações da Cosan, do setor de açúcar e álcool, estão entre as 10 mais negociadas hoje na Bovespa. O papel está cotado a R$ 37,70, em baixa de 0,4%. São Martinho, que também integra o setor sucroalcooleiro, sobe 0,19% no dia, cotada a R$ 26,55. Os governos do Brasil e dos Estados Unidos assinaram hoje, em São Paulo, memorando de entendimento para desenvolver o mercado internacional de etanol (álcool combustível). O presidente norte-americano George W. Bush visitou pela manhã uma unidade de distribuição da Petrobras (Transpetro) em Guarulhos (Grande SP), ao lado do presidente Lula. Ambos discursaram, comprometendo-se a compartilhar pesquisas e o desenvolvimento do setor de biocombustíveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.