Bovespa reduz perdas com correção de preços

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) despencou hoje com a queda dos preços do petróleo, o que levou as ações PN da Petrobras a cair 2,68% na mínima do dia. O principal índice da bolsa paulista chegou aos 41.266 pontos (-1,76%) nesta quarta-feira, registrando baixa de 9% em relação ao fechamento da terça-feira da semana passada, quando o Ibovespa atingiu pontuação recorde. "Com uma perda dessas, a bolsa tinha que começar a reagir", comentou um operador ao explicar o fato de que a Bovespa recuou da mínima do dia para atingir a máxima de 42.110 pontos (+0,25%). Petrobras PN também participa dessa correção, mesmo com as cotações do petróleo em queda em Nova York. Às 16h35, as ações preferenciais da estatal de petróleo caíam 1,27%. Nesse mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 0,14%, com 42.065 pontos. Em Nova York, o Dow Jones registrava queda de 0,04%. O Nasdaq subias 0,16% e o S&P 500 caía 0,10%. O risco Brasil está na casa dos 200 pontos-base.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.