Bovespa reduz queda e cai 1,39%

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reduz as fortes perdas apresentadas mais cedo, acompanhando o comportamento das bolsas em Nova York. Em Wall Street, as bolsas abriram em baixa, influenciadas pela forte desvalorização das bolsas da Ásia e Europa, mas diminuíram o ritmo de queda. Esse desempenho ocorreu mesmo com a divulgação de um dado mostrando comportamento mais fraco do que o esperado no setor de serviços nos Estados Unidos. O índice de atividade do setor não-industrial (de serviços) caiu de 59 para 54,3 em fevereiro. Os analistas previam uma deterioração mais amena da atividade do setor, para 57,5. Às 13h42 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,21%; o Nasdaq operava com desvalorização leve de 0,08%; o S&P 500 caía 0,05%. No mesmo horário, o Ibovespa perdia 1,39%, aos 41.780 pontos. Hoje, o principal índice da Bovespa chegou a recuar quase 3%. O volume financeiro da bolsa paulista para o fim do pregão era estimado em R$ 3,72 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.