Bovespa registra queda

Às 12h27, o Ibovespa operava com desvalorização de 0,70%, aos 69.164 pontos

Beth Moreira, da Agência Estado,

22 de outubro de 2010 | 12h39

Após abrir o pregão em alta, a Bovespa inverteu a direção com a virada de algumas blue chips, como Vale e Petrobras. As siderúrgicas operam com valorização e ajudam a evitar uma queda maior do principal índice da Bolsa paulista.

 

Às 12h27, o Ibovespa operava com desvalorização de 0,70%, aos 69.164 pontos, após alcançar a mínima de pontos 69.120 pontos (-0,76%) e a máxima de 70.312 pontos (+0,95%). O giro financeiro era de R$ 1,73 bilhão, com previsão de R$ 8,41 bilhões para o fechamento. Em Nova York, o Dow Jones operava em baixa de 0,11%, enquanto o S&P 500 avançava 0,12%.

 

O principal destaque da Bolsa hoje são as siderúrgicas, que dominam a lista de maiores altas do Ibovespa, beneficiadas por notícias veiculadas na imprensa nacional dando conta de que o governo deve anunciar novas medidas para conter as importações de aço. Usiminas PNA sobe 4,25% encabeçando a lista, seguida por Usiminas ON em alta de 2,92%. Gerdau Metalúrgica tem avanço de 1,80%, Gerdau com ganhos 1,51% e CSN com valorização de 1,65%.

 

A informação é de que a Receita Federal, por meio da Coordenação Geral de Administração Aduaneira (Coana), teria estabelecido uma tabela de preço que fixa um valor mínimo para 16 tipos de aços planos e longos com base na estrutura

de custo de produção de cada produto. O cálculo teve como referência uma planilha elaborada pelo Instituto Aço Brasil (IABr).

 

Procurado pela Agência Estado, o presidente-executivo do IABr, Marco Polo de Mello Lopes, explicou que o objetivo da medida é coibir eventuais práticas de subfaturamento de produtos siderúrgicos. "A receita federal já vem estudando isso há cerca de um ano", afirmou. Conforme o instituto, as importações de aço cresceram 160,2% de janeiro a setembro, para 4,379 milhões de toneladas.

 

Segundo o executivo, há um estoque excedente muito grande de aço no mundo hoje e, com o câmbio no patamar atual, há uma importação muito grande a preços subfaturados. "Essa medida pode coibir esse movimento", disse. O executivo lembrou ainda que algumas empresas já abriram processo antidumping, como é o caso da Usiminas.

 

Já a Receita Federal informou, por meio da sua assessoria de imprensa, que não há medidas em vigor para restringir as importações de aço.

 

Também figuram na lista de maiores altas do Ibovespa BM&FBovespa (+1,25%), as Units do Santander (+0,87%) e Bradesco (-0,74%).

 

Petrobrás e Vale

 

As ações da Petrobrás chegaram a mostrar maior vigor na primeira hora do pregão, recuperando-se da queda registrada na véspera, mas perderam fôlego. Há pouco Petrobrás PN subia 0,17% e ON operava estável (0%).

 

A empresa confirmou mais cedo informação divulgada hoje pela Galp Energia de que foi concluída a perfuração do nono poço na área de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, que comprovou o potencial de óleo leve e gás natural recuperável daquela jazida, estimado pela empresa entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris de óleo equivalente. O poço está localizado no bloco BM-S-11 a cerca de 290 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro. A Petrobras é a operadora, com 65% de participação, sendo que a Galp Energia tem 10% e a BG Group, 25%.

 

Segundo comunicado da estatal, o poço comprova que a acumulação de petróleo não só se estende até o extremo sul da área do Plano de Avaliação de Tupi, como também a espessura do reservatório com óleo chega a cerca de 128 metros, o que reduz as incertezas das estimativas de volume de hidrocarbonetos da área, confirmando os detalhes divulgados pela Galp.

 

As ações PNA da Vale operam em queda de 1,61%, enquanto a ON cede 1,43%. Mais cedo, os metais básicos registravam oscilação modesta de preços, com exceção do zinco e do chumbo, que subiram forte em Londres, com a confirmação do fechamento de uma grande usina de fundição na China.

 

ALL

 

As ações da ALL abriram o pregão em alta, no dia da estreia da empresa no Novo Mercado da Bovespa, mas logo inverteram o sinal e agora lideram as maiores baixas do Ibovespa. Há pouco, o papel recuava 4,06%.

 

Ontem, a companhia negociou pela última vez das ações preferenciais (ALLL4) e os certificados de depósito representativos de ações da empresa - Units (ALLL11), cujos respectivos códigos de negociação serão cancelados.

 

A companhia só terá ações ordinárias negociadas no Novo Mercado, por meio do código ALLL3, já agrupadas. Os bloqueios de ações e Units emitidos até 21 de outubro de 2010 com quantidade de ações não agrupadas terão validade até 26 de outubro de 2010.

 

Também figuram na lista de principais quedas TIM ON (-2,84%), Natura (-2,75%), Fibria (-2,70%), Cesp PNB (-2,65%), Pão de Açúcar (-2,16%), Duratex (-2,14%) e PDG (-2,03%).

Tudo o que sabemos sobre:
bovespaValePetrobrássiderúrgicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.