Bovespa se recupera e encerra com ganho de 1,38%

A Bolsa de Valores de São Paulo iniciou a semana corrigindo os excessos do tombo sofrido na sexta-feira: o Ibovespa, principal índice, fechou com ganho de 1,38%, em 42.829 pontos. Na sexta-feira, o índice registrou baixa de 4,03% provocada pela queda dos metais e também por vendas de investidores estrangeiros. O mercado de ações chegou a sofrer hoje com a volatilidade apresentada pelos principais índices de ações de Nova York, e na mínima o Ibovespa cedeu 0,24%. Na maior parte do dia, contudo, a Bolsa paulista operou em alta, atingindo a máxima de +1,61%. O volume negociado totalizou R$ 3,23 bilhões. As bolsas norte-americanas abriram em alta na manhã de hoje, mas inverteram o sinal com a disparada dos preços do petróleo. Recuperaram-se mais tarde, quando o petróleo voltou a cair. Já a Bovespa contou, logo cedo, com uma boa notícia. O banco HSBC reafirmou sua recomendação de um pesado "overweight" (acima da média do mercado) para as ações brasileiras. As ações preferenciais da Petrobras, papel de maior peso no Ibovespa, conseguiram terminar o dia com valorização de 0,87%, apesar de o petróleo ter fechado em queda de 0,39% em Nova York. A recuperação das ações da Vale do Rio Doce também beneficiaram o índice: o papel preferencial classe A da empresa - o segundo de maior peso no Ibovespa - avançou 2,16%, enquanto o ordinário fechou em alta de 3,75%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.