Bovespa segue mercado externo e abre em alta

O principal índice Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o pregão de hoje em alta. Às 11h13, o Ibovespa avançava 0,89% a 46.424 pontos. O índice futuro já mostrava vigor no pregão eletrônico. O comportamento dos investidores segue o tom das bolsas internacionais, que também vivem um dia de valorização, proporcionado por noticiário corporativo. Na Europa, a alta dos principais índices é impulsionada pelos setores de mineração e de petróleo. Depois dos últimos aumentos, o barril da commodity está nos níveis mais altos em dois meses. Nos EUA, uma informação sobre uma operação de fusão envolvendo uma companhia de energia elétrica do Texas reacende a expectativa de que negócios desse tipo movimentem o mercado, em diferentes setores e anima os investidores. Às 11h10, o Nasdaq para março subia 0,49%. O S&P para março mostrava alta de 0,32%. No Brasil, a queda forte das taxas de juros dos DIs e do dólar completam o cenário positivo para a Bovespa. No calendário de balanços, o dia é da Perdigão. Os números, no entanto, serão divulgados somente após o encerramento dos negócios. Mas os analistas ponderam que a empresa tem pouco peso no Ibovespa e, embora a informação mereça atenção, não mexe com a tendência da Bovespa. Em tempo: a Companhia Vale do Rio Doce anunciou que está comprando a empresa australiana AMCI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.