Bovespa sobe após elevação de rating do Brasil

O dólar comercial tem estabilidade a R$ 1,597

Agência Estado,

20 de junho de 2011 | 11h35

Após abrir em queda influenciada pelos problemas econômicos da Grécia, a Bovespa mudou de lado com a notícia de elevação de rating do Brasil. A agência de classificação de risco Moody's elevou o rating dos bônus do governo brasileiro de Baa3 para Baa2, "considerando que o desempenho do crédito soberano é consistente com ratings na parte elevada da margem Baa, que os recentes ajustes nas políticas que devem resultar em um cenário macroeconômico mais sustentável, e diante da perspectiva de melhora dos indicadores fiscais e de crescimento no médio prazo". A perspectiva para o rating segue positiva.

Às 11h37, o Ibovespa registrava alta de 0,35% aos 61.276,71 pontos. Até o momento, o índice paulista variou entre a máxima de 61.400,01 pontos e a mínima de 60.783,78 pontos. As blue chips - Vale e Petrobrás - operavam em direções distintas. As ações PNA da mineradora subia 1,26% a R$ 43,25 e as PN da petroleira caíam 0,43% a R$ 23,14.

Apesar da mudança de humor, os investidores seguem atentos ao impasse entre as lideranças da Europa quanto ao desembolso de recursos para o país europeu. Também pesa sobre os negócios hoje o vencimento de opções sobre ações.

O dólar comercial tem estabilidade a R$ 1,597.

 

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaValePetrobrásGréciadólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.