Bovespa sobe com NY e eventual escolha de Alckmin

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, acentuou o movimento de alta nesta tarde, motivado por dois fatores: a melhora das bolsas norte-americanas e a notícia de que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, deverá ser o candidato tucano à presidência da República. O PSDB deverá anunciar a candidatura, oficialmente, às 16 horas. Mas fontes próximas a Alckmin já confirmaram à Agência Estado que ele será o escolhido. "Entre o Serra e o Alckmin, o mercado prefere o governador", disse um operador. "Alckmin tende a seguir o mercado. Já o Serra é do tipo que pode querer inventar alguma coisa por ter características personalistas", disse o operador. Ele afirmou ainda que isso não significa uma preferência do mercado entre o presidente Lula e o governador Alckmin. Em Nova York, os principais índices das bolsas subiam. O Dow Jones registrava alta de 0,31%, o Nasdaq (que reúne, em sua maioria, ações de empresas de tecnologia) subia 0,3% e o S&P 500 (que reúne as 500 ações mais negociadas) avançava 0,48%. A Bovespa registrava valorização de 0,95%, com 37.140 pontos. O volume de negócios estava em R$ 970 milhões e projetava R$ 1,84 bilhão para o encerramento do pregão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.