Bovespa sobe e fecha semana com ganho de 7,71%

Após a divulgação do plano de resgate da Europa, palavra de ordem no mercado foi a cautela co falta de detalhes sobre o pacote 

Alessandra Taraborelli, da Agência Estado,

28 de outubro de 2011 | 18h30

Depois de mostrar indefinição durante todo o dia, o Ibovespa encerrou a sexta-feira em alta de 0,41%, aos 59.513,13 pontos. Com o resultado de hoje, o ganho semanal foi de 7,71%, a melhor semana do ano para a Bolsa. No mês, a valorização cresceu para 13,74, porém, no ano ainda tem perda de 14,13%. Se a Bolsa se mantiver nesta toada na segunda-feira, último pregão do mês, terá registrado o segundo melhor resultado mensal do ano, perdendo apenas para abril, quando alcançou 15,55%.

Hoje, um dia após o mercado reagir positivamente ao anúncio do pacote de ajuda para sanar a crise europeia, a palavra de ordem foi cautela, diante da preocupação com a falta de detalhes concretos e a capacidade desse pacote em controlar a crise na região. Mas os investidores na Bovespa não parecem dispostos a deixar escorregar o ganho acumulado em outubro.

Na mínima do dia, o Ibovespa caiu 0,86% ou 58.760 pontos e, na máxima, atingiu alta de 0,67% ou 59.668 pontos. O giro financeiro diminuiu para R$ 6,213 bilhões.

"O driver para a Bolsa continua sendo o exterior, especialmente a Europa. O final de semana se tornou longo, dois dias são muita coisa diante deste cenário de incertezas. Mas, se nada de relevante acontecer o mercado vai continuar brigando para garantir um lucro maior no mês", disse uma fonte, ressaltando ainda que um ganho mensal de quase 13% é "para ser comemorado, pois a Bolsa vem tomando baile há muito tempo".

As ações da Petrobras mantiveram a trajetória de alta, apesar de o petróleo ter devolvido ganhos no exterior. Petrobras PN avançou 3,06% e a ON, 2,11%. O petróleo WTI para dezembro caiu 0,68%, para US$ 93,32 na Nymex. Já as ações da Vale assumiram direção oposta e fecharam a sexta-feira no negativo. A PNA recuou 0,02% e a ON, -0,47%.

Na Europa, prevaleceu o sinal de baixa após o leilão decepcionante de bônus do governo da Itália. Em Nova York, as bolsas também passaram por uma realização de lucros. O Dow Jones e o S&P 500 tiveram ligeira alta de 0,18% e 0,04%, respectivamente, enquanto o Nasdaq cedeu 0,05%.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.