Estadão
Estadão

Bovespa sobe e supera 63 mil pontos pela primeira vez no ano

Avanço de medidas econômicas, perspectivas de corte de juros no Brasil e cenário internacional impulsionam Bolsa; dólar cai a R$ 3,18

Ana Luísa Westphalen, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2016 | 11h04

SÃO PAULO - A Bovespa dá continuidade aos ganhos da véspera e sobe desde a abertura desta terça-feira, 18, superando o patamar dos 63 mil pontos pela primeira vez no ano. Por volta das 10h50, o Ibovespa avançava 0,61%, aos 63.075,44 pontos, em linha com os ganhos em Wall Street. Também acompanhando o cenário externo, o dólar operava em queda de 0,81%, cotado a R$ 3,1850.

O bom humor dos mercados acionários é fruto das perspectivas menores de alta de juros nos Estados Unidos em novembro e da recuperação dos contratos futuros de petróleo negociados em Londres e em Nova York. Internamente, o avanço das medidas econômicas propostas pelo governo Michel Temer e a expectativa por corte da Selic na reunião do Copom também colaboram com o apetite dos investidores nos mercados domésticos.

Entre os destaques de alta do Ibovespa estão as ações da Petrobrás, que sobem 2,28% (ON) e 3,37% (PN). O mercado recebe bem a venda, pela estatal, de 100% das ações da Nansei Seikyu (NSS), empresa localizada na ilha de Okinawa, no Japão, para a Taiyo Oil Company por US$ 129,285 milhões, com pagamento integral previsto para dezembro de 2016. Os papéis da companhia também têm suporte do petróleo, cujos contratos futuros operam em alta no exterior.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.