Bovespa sobe pelo 2º dia seguido ajudada por Vale e exterior

Ações da mineradora e siderúrgicas ajudaram a Bolsa a emplacar uma alta de 2% e retomar o nível de 49 mil pontos

Fabrício de Castro e Claudia Violante, O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2015 | 17h56

A Bovespa emplacou nesta sexta-feira, 16, a segunda sessão consecutiva de ganhos, ajudada pelo exterior e, principalmente, pelo avanço dos papéis da Vale e das siderúrgicas. Com isso, após seis sessões, a Bolsa brasileira finalmente conseguiu reconquistar o patamar de 49 mil pontos, registrado pela última vez no dia 8 de janeiro. O Ibovespa fechou hoje em alta de 2,06%, aos 49.016 pontos. Na semana, subiu 0,36% e, no acumulado do mês, -1,98%.

Na mínima da sessão, registrou 48.028 pontos (estabilidade) e, na máxima, 49.264 pontos (+2,58%). O giro financeiro totalizou R$ 6,05 bilhões. 

O sinal positivo da Bovespa teve respaldo dos ganhos das ações em todo o mundo. Na Europa, a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) adote medidas de estímulo conseguiu apagar os efeitos da decisão do BC da suíça de encerrar a política cambial em vigor desde 2011, pondo fim ao preço mínimo do franco suíço em relação ao euro. 

Os dados de inflação dos EUA também ajudaram a aliviar a aversão ao risco que predominou no exterior pela manhã. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) recuou 0,4% em dezembro ante novembro, em linha com o esperado, ainda sugerindo cautela na decisão de elevar a taxa de juros do país pelo Fed. Além disso, a produção industrial caiu 0,1% em dezembro, antes de ficar estável como previsto na comparação com novembro. Já o índice de sentimento do consumidor dos EUA, medido pela Reuters/Universidade de Michigan, subiu para 98,2 na leitura preliminar de janeiro, ante 93,6 na medição final de dezembro e 93,8 na preliminar do mês passado. O resultado superou a previsão dos analistas consultados pela Dow Jones, que estimavam avanço a 94,4.

A alta do preço do petróleo no exterior também contribuiu para os ganhos das bolsas e influenciou a valorização dos papéis da Petrobrás na maior parte da sessão. Porém, Petrobrás ON acabou com perda de 0,22% e PN teve alta de 1,07%.

Apesar de os preços do minério de ferro terem recuado na semana, Vale acompanhou o desempenho de suas pares no exterior e conseguiu sustentar fortes ganhos durante toda a sessão. O papel ON avançou 4,49% e o PNA teve ganho de 3,67%. Siderúrgicas também se destacaram: CSN ON subiu 6,39%, Gerdau PN teve ganho de 5,16% e Metalúrgica Gerdau avançou 5,14%. 

Tudo o que sabemos sobre:
bovespavale

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.