Bovespa supera cautela e fecha com ganho de 1,46%

A cautela na véspera da reunião do banco central dos EUA para definir como ficará a taxa de juros do país não impediu que a Bolsa de Valores de São Paulo mantivesse boa valorização e recuperasse os 44 mil pontos hoje. O Ibovespa, principal índice, subiu 1,46% e fechou aos 44.351 pontos. O noticiário tranqüilo do dia, associado à percepção de que o comunicado do BC americano, amanhã, deve vir com um tom mais ameno a respeito da economia dos Estados Unidos, deram sustentação às bolsas hoje. Em Nova York, o índice Dow Jones avançou 0,51% e o Nasdaq registrou ganho de 0,58%. O juro básico nos EUA é atualmente de 5,25% ao ano, e as apostas são de que seja mantido nesta taxa. O aumento surpreendente de 9% no número de novas obras de imóveis residenciais iniciados nos EUA em fevereiro, divulgado no início da manhã, também ajudou a manter o ambiente internacional mais sossegado. Essa alta forte da Bovespa, tanto ontem (ganho de 2,30%) como hoje, ainda faz parte do quadro de volatilidade, mas os analistas observam que o viés de alta vem sendo predominante nos últimos dias. A Bovespa começa a se aproximar novamente das máximas históricas (em fevereiro chegou aos 46 mil pontos). A avaliação é de que o ciclo de alta das commodities metálicas deve prosseguir, dando suporte à economia mundial. O cobre atingiu durante a manhã a maior cotação do ano nos EUA. As ações da Petrobras mantiveram-se hoje na trajetória de alta observada ontem, reflexo da compra do Grupo Ipiranga. Petrobras PN (preferencial, sem direito a voto) teve elevação hoje de 2,36%, para R$ 42,07, apesar da queda de 0,37% do petróleo para maio na Bolsa Mercantil de Nova York. Como o papel preferencial da empresa é o de maior peso no Ibovespa, a alta da ação garantiu à Bolsa paulista um ganho superior ao das bolsas norte-americanas. O Ibovespa oscilou entre a mínima de -0,08% e a máxima de +1,46%. O volume negociado totalizou R$ 3,02 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.