Bovespa suspende negócios com ações da Americel e da Telet

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) suspende hoje os negócios com as ações da Americel e da Telet, enquanto aguarda "mais esclarecimentos sobre o direto de recesso referente à proposta de incorporação das companhias pela BCP S.A". "Direito de recesso" significa poder vender e receber em dinheiro o valor de mercado das ações. Americel e Telet, companhias sob controle da Claro, divulgaram fatos relevantes hoje informando que serão incorporadas pela BCP, também dentro do grupo. A idéia é racionalizar custos e incrementar negócios. Ambas as companhias farão assembléia geral extraordinária em 30 de junho para aprovar os processos, inclusive os direitos de recesso. Os custos das operações estão calculados em R$ 105 mil cada. O fato relevante informa que a relação de troca entre Americel e BCP será a seguinte: para cada ação ordinária ou preferencial da Americel serão oferecidas 0,230181068 ação ordinária ou preferencial da BCP. Na Telet, a relação é de uma ordinária ou preferencial para 0,099485442 ação da BCP. Os direitos de recesso são de R$ 0,0420 por ação Americel e R$ 0,0182 ação da Telet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.