Bovespa tem alta de 4% nas médias diárias negociadas

A Bovespa voltou a registrar, em fevereiro, as maiores médias diárias desde o início do Plano Real ao movimentar R$ 2,7 bilhões em 89.088 negócios, contra os R$ 2,2 bilhões em 77.640 negócios de janeiro. O volume total movimentado no mês passado foi de R$ 48,3 bilhões, uma alta de 4% em relação aos R$ 46,3 bilhões de janeiro. As ações que registraram maior giro financeiro foram Petrobras PN, com R$ 5,69 bilhões; Vale do Rio Doce PNA, com R$ 3,41 bilhões; Bradesco PN, com R$ 1,94 bilhão; Telemar PN, com R$ 1,44 bilhão; e Usiminas PNA, com R$ 1,43 bilhão. Fevereiro encerrou com saldo de investimento estrangeiro negativo em R$ 561,621 milhões. Em relação aos grupos de investidores, as aplicações realizadas por estrangeiros continuam a liderar a movimentação financeira mensal da Bolsa paulista. A participação dos estrangeiros atingiu 36,17% do volume total, ante 35,13% de janeiro. Os investidores institucionais ficaram em segundo lugar, com participação de 26,16%, contra 27,92% no mês anterior. As pessoas físicas ocuparam a terceira posição, com 23,35%, ante 25,44% em janeiro. Na seqüência, ficaram as instituições financeiras, com 12,76%, ante 9,20%; as empresas, com 1,40%, ante 2,09%; e o grupo outros, com 0,16%, contra 0,22%. O mercado à vista respondeu por 93,8% do volume financeiro total de fevereiro, seguido pelo de opções, com 3,4%, e pelo mercado a termo, com 2,8%. O after market negociou R$ 153.192.791,07, com 12.101 negócios no mês, ante os R$ 207.350.180,71, com 13.732 negócios registrados no período anterior. O Ibovespa encerrou fevereiro em alta de 0,5%, a 38.610 pontos. As ações do índice que atingiram as maiores altas foram Cesp PN (+43,2%), Aracruz PNB (+22%), VCP PN (+18,1%), Klabin PN (+16%) e Copel PNB (+15%). No mesmo período, as maiores baixas do índice foram registradas pelas ações Embratel Par PN (-8,1%), Caemi PN (-7,8%), Contax ON (-7,8%), Vale R Doce ON (-7,7%) e Sadia PN (-7,5%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.