Bovespa tem ganho de 3,03%, maior alta desde julho

A semana terminou da melhor maneira possível para a Bovespa. O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou na máxima pontuação do dia, recuperando o importante patamar psicológico dos 37 mil pontos. A alta foi de 3,03%, a maior desde o dia 19 de julho, e o índice ficou em 37.329 pontos. O volume negociado, contudo, continua baixo, em R$ 2,14 bilhões. A melhora de humor neste primeiro pregão de setembro deveu-se aos indicadores divulgados hoje nos EUA, que ampliaram o sentimento de que a economia norte-americana caminha para um pouso suave. O relatório de emprego de agosto (payroll) em linha com as estimativas dos analistas, garantiu fôlego financeiro à Bolsa. Analistas perceberam a presença de investidores estrangeiros hoje no pregão. A torcida é para que a Bolsa volte a ostentar movimento financeiro elevado com o retorno das férias de verão dos investidores nos Estados Unidos e Europa, a partir de terça-feira. Segundo o relatório de emprego, foram criadas em agosto 128 mil vagas, ante previsões de abertura de 130 mil postos de trabalho. Além disso, a taxa de desemprego caiu de 4,8% em julho para 4,7%, exatamente como o previsto. O relatório mostrou ainda baixa pressão inflacionária vinda dos salários e rendimentos dos trabalhadores.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2006 | 17h29

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.