Bovespa termina com perda de 2,55%, após ata do Fed

Após registrar alta de 4,71% ontem, a Bovespa aproveitou o pregão de hoje para realizar lucros, acompanhando as Bolsas de Nova York, que também encerraram em queda. O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, terminou o dia na mínima, em baixa de 2,55%, aos 35.846 pontos, novamente abaixo da barreira dos 36 mil pontos, que havia sido recuperada ontem. Na máxima, o índice subiu 0,70%. O volume financeiro foi de R$ 1,70 bilhão. Em Nova York, o índice Dow Jones recuou 0,75% e o Nasdaq, 1,98%. O movimento de realização de lucros foi inicialmente visto por analistas como um natural ajuste de preços, que não abalava a percepção mais positiva dos participantes do mercado em relação ao ambiente externo. Após a divulgação da ata da reunião de junho do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), quando a taxa básica de juros do país foi elevada em 0,25 ponto porcentual, a queda nas Bolsas em Nova York e, conseqüentemente, na Bovespa, se acentuou. Isso porque, apesar de o documento afirmar que os membros do Fed esperam que a inflação americana recue, muitos integrantes mostraram "incerteza significativa" sobre o futuro da política monetária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.