Bovespa volta a subir e renova recorde em pontos

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, já estabeleceu novo recorde de pontos na primeira parte do pregão de hoje. Após cair no início da sessão até 45.734 pontos (-0,57%), o Ibovespa inverteu o sinal e chegou a subir 0,40%, marcando 46.178 pontos. Às 12h31, a Bolsa reduzia os ganhos a 0,02%, a 46.007 pontos. Ontem, a Bovespa estabeleceu três recordes: em volume financeiro (R$ 14,3 bilhões), em número de negócios (196.402) e números de pontos no fechamento (45.995 pontos). Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones também fechou em nível recorde, a 12.741 pontos. Até as 12h35, as principais ações na Bovespa registram valorização. As ações ordinárias da Petrobras sobem 0,49%, cotadas a R$ 49,69 a ação, enquanto os papéis preferenciais têm alta de 0,40%, negociados a R$ 44,93. As ações PNA da Vale do Rio Doce sobem 0,88%, cotadas a R$ 64,24. Em uma hora e meia de pregão, o volume financeiro total da Bovespa está em R$ 766 milhões. A projeção para o final do dia é de um giro financeiro de R$ 3,28 bilhões hoje. O volume recorde registrado ontem foi influenciado pelo exercício de opções sobre Ibovespa, que movimentou R$ 4,07 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.