Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Braga aposta em queda de 5% no consumo de energia

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, projeta que o consumo de energia apresentará retração de 5% em 2015, o que ajudaria a aliviar a pressão sobre o sistema interligado nacional (SIN). Hoje, destacou Braga, as condições projetadas para o ano são mais otimistas do que aquelas do final de janeiro e, por isso, a possibilidade de um racionamento ser anunciado é menor.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Estadão Conteúdo

07 de março de 2015 | 09h05

"No final de janeiro, tínhamos um sinal laranja e agora temos um sinal amarelo. A cada dia, fica mais firme nossa posição de que não haverá racionamento", disse Braga ontem, na sede da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), onde se reuniu com representantes da CCEE.

Segundo o ministro, a projeção de queda de 5% no consumo leva em consideração não apenas o efeito de redução, mas também de equivalência de consumo. Entra na conta, por exemplo, a possibilidade de parte do consumo do sistema migrar para a geração distribuída e também uma expansão da oferta.

O ministro destacou que entre janeiro e fevereiro deste ano cerca de 1,5 mil MW de energia foram incorporados ao sistema nacional. Além disso, o sistema poderia receber 500 MW do Uruguai e 1 mil MW da Argentina. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Eduardo Bragaconsumo de energia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.