Brasil já é o quarto maior consumidor em cosméticos

O Brasil já é o quarto maior consumidor de cosméticos, perfumaria e produtos de higiene pessoal, atrás da França, Japão e Estados Unidos. E a indústria da beleza passa ao largo das crises: o setor cresce em média 10% ao ano no País. Só no primeiro semestre deste ano, o crescimento foi de 13,3 % em relação ao mesmo período de 2005. As exportações vêm crescendo no mesmo ritmo, com um incremento de 120,7 % nos últimos cinco anos.O mercado de feiras e eventos está de olho no potencial de negócios gerado pela vaidade. Na próxima semana começa a 16ª edição da Cosmoprof Cosmética, um dos principais eventos do setor, realizado pela empresa de eventos Alcântara Machado. De acordo com Roberta Dias, diretora da feira, a expectativa é receber 78 mil visitantes em quatro dias de evento. Serão 700 marcas reunidas e a previsão de lançamento de cerca de 2 mil novos produtos. Serão realizadas ainda duas rodadas de negócios, com o objetivo de aproximar as pequenas e médias empresas do setor de compradores internacionais.Eventos do setor geralmente são bastante focados em cabeleireiros e outros profissionais de salão. Mas, segundo Roberta, a tendência da indústria de beleza é de aumentar o leque de opções ao consumidor, oferecendo bem-estar.'Hoje, os salões de beleza já não são os mesmos. No mesmo lugar você cuida da aparência e também da cabeça, pois muitos já oferecem terapias e outros tratamentos', diz Roberta. Por isso, a organização investiu em parcerias com profissionais de spas e nutrólogos para oferecer cursos durante o evento. 'Teremos um spa modelo de 800 m2 onde os participantes poderão conhecer novas terapias.'Uma outra feira de produtos cosméticos, a Beauty Fair, realizada na semana passada em São Paulo, recebeu 75 mil visitantes, incremento de 50% em relação a 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.