Brasileiro é vice-presidente mundial do Deutsche Bank

O ex-secretário de Finanças da Alemanha Caio Koch-Weser, de 61 anos, que também tem a cidadania brasileira, assumirá em março uma das vice-presidências mundiais do Deutsche Bank. Nascido em Rolândia (PR), onde viveu até os quinze anos de idade antes de emigrar para a Alemanha, cuidará, entre outras coisas da estratégia internacional do banco alemão. "O Deutsche Bank tem uma presença muito importante no Brasil e será um dos primeiros países que visitarei após assumir o posto", disse em português fluente Koch-Weser a Agência Estado. "Acho importante o fato de um brasileiro ocupar um cargo importante num banco tão relevante como o Deutsche." Ao longo dos últimos anos, como integrante do governo do ex-chanceler Gerhard Schroeder, Koch-Weser manteve estreita ligação com as equipes econômicas do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do presidente Lula. No passado, chegou inclusive a ser cotado a assumir o comando do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ficará baseado em Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.