Braskem lança US$ 350 mi na reabertura de bônus 2020

Na operação original, a empresa colocou US$ 400 milhões desse papéis oferecendo um yield de 7%

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

21 de julho de 2010 | 14h49

A Braskem reabriu hoje sua emissão de bônus com vencimento em 2020, com a colocação de mais US$ 350 milhões desses papéis, segundo fontes próximas à operação. Os papéis estão sendo colocados com yield de 6,875%. Na operação original, a empresa colocou US$ 400 milhões desse papéis oferecendo um yield de 7%. Os bônus estão sendo emitidos por meio da Braskem Finance e garantidos pela Braskem.

 

A operação é coordenada pelo BB Securities, pelo HSBC, Banco Bradesco e Banco Santander. O preço dos bônus deve

ser definido mais tarde.

 

Os bônus receberam rating Ba1 pela Moody's e BB+ pela Fitch Ratings, um nível abaixo do grau de investimento. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.