Braskem passa a ser oitava maior produtora de resinas

A incorporação dos ativos da Quattor transformou a Braskem na oitava maior do mundo em produção de resinas, com produção total de 5,5 milhões de toneladas por ano, metade da capacidade da primeira colocada, Lyondell Basell (10,91 milhões de toneladas por ano).

KELLY LIMA,

22 Janeiro 2010 | 14h48

No mundo, ainda à frente da Braskem estão, por ordem classificatória, além da Lyondell Basell, a Exxon Mobil (9,3 milhões), a Sinopec (8,6 milhões), a Dow (7,7 milhões), Formosa (7,2 milhões), Sabic (7,1 milhões) e Ineos (6,5 milhões).

Considerando apenas a produção nas Américas, ou seja, excluindo o volume produzido em outros países fora da América do Norte e Latina, a Braskem é a primeira no ranking, com 200 mil toneladas à frente da Exxon Mobil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.