Bush rechaça ajuda financeira a GM e Ford

O presidente dos EUA, George W. Bush, afirmou que a General Motors e a Ford Motor deveriam desenvolver "um produto relevante" em vez de procurar ajuda de Washington para cumprir suas obrigações com os fundos de pensão de seus funcionários. O comentário sugere que não há expectativa sobre um possível pacote de auxílio do governo para as combalidas montadoras norte-americanas. Em entrevista no Salão Oval da Casa Branca, Bush disse que a administração está discutindo o desenvolvimento de novas tecnologias combustíveis com as duas principais montadoras do país, o que poderia torná-las mais competitivas. No entanto, declarou que não foram discutidos temas relacionados às finanças das companhias.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2006 | 13h04

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.