BVA aponta conjuntura positiva e vê oportunidade em Petrobras

Se depender apenas dos fundamentos da economia e do preço dos ativos, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tem espaço para altas adicionais, na avaliação do gerente da mesa de operações do Banco BVA, Júlio Cardozo. Na opinião do especialista, mesmo com os ganhos recentes a Bovespa continua barata em relação aos mercados internacionais. ?Com uma pequena ajuda do cenário externo, o Ibovespa pode subir para um patamar entre 45 mil e 50 mil pontos?, projeta. A principal incógnita para confirmação ou não dessa estimativa é o quadro político, ao qual o mercado deve começar a dar mais importância a partir de julho, com a proximidade das eleições, segundo Cardozo. O Banco BVA atualmente administra R$ 300 milhões em recursos, dos quais R$ 75 milhões em renda variável. A principal aposta do especialista entre as ações é Petrobras, classificada por ele como ?barbada?. ?Se comparada com qualquer petrolífera do mundo, Petrobras é a mais barata e com maior perspectiva de crescimento de produção?, explica. Nos demais setores presentes na Bolsa, Cardozo recomenda uma seleção diversificada de papéis. As elétricas são apontadas como uma boa oportunidade de investimento por ele, com ênfase para Cemig e Eletrobrás ON. A perspectiva de crescimento da renda da população coloca o setor de varejo em destaque, segundo o executivo, que destaca os papéis da Lojas Americanas. Ele também vê possibilidade de alta para Gol e Ambev. Outros dois papéis que operam com desconto foram selecionados por Cardozo: Bradespar e Itaúsa - a primeira, em relação a Vale do Rio Doce, na qual detém participação, e a segunda, por ser a posição considerada mais barata no setor financeiro. A falta de previsibilidade do setor de telecomunicações, em especial no longo prazo, faz com que o gerente da mesa do BVA tenha restrições com as empresas. Por outro lado, alguns papéis, como Tele Norte Leste (TMAR) PNA possuem, segundo ele, um potencial de valorização um pouco maior. Cardozo também avalia de forma positiva Embratel e Net, em conseqüência dos novos produtos surgidos a partir da sinergia das duas, em especial com a tecnologia VoIP. Outra boa aposta, acrescenta, é Contax, papel que vem sendo penalizado em razão da falta de conhecimento do mercado em relação ao setor de call center.

Agencia Estado,

11 de maio de 2006 | 06h59

Tudo o que sabemos sobre:
fundos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.