Cade aprova nova proposta da Globosat para eventos esportivos

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou hoje uma nova proposta comercial da Globosat, controladora das operadoras de TV paga Net e Sky, para venda de eventos esportivos e canais Globosat. Por unanimidade, o plenário entendeu que o contrato formatado atende às exigências do acordo firmado entre a Globosat e o Cade, em maio do ano passado, para pôr fim à exclusividade na comercialização da programação. O acordo foi fechado em troca da suspensão de um processo administrativo que existia contra a Globosat, a pedido da Associação Neo TV, por práticas anticompetitivas no mercado.A Globosat foi autorizada hoje pelo conselho a negociar dois tipos de pacotes básicos com as operadoras: um que inclui os cinco canais Globosat (SporTV 1 e 2, Globonews, GNT e Multishow) e outro, chamado de mini básico, que inclui apenas a Globonews e o Multishow. Um desses pacotes é obrigatório às empresas da Associação Neo TV que quiserem ter acesso à programação de jogos de futebol dos principais campeonatos brasileiros.No contrato aprovado hoje foi também estabelecido um prazo de carência para a entrada em vigor da tabela de preços plena cobrada pela Globosat na comercialização do pacote. E ainda foi autorizada a venda da programação para os clientes não residenciais ou comerciais como hotéis, flats, bares e restaurantes, que não estavam contemplados no acordo original assinado no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.