Cade volta adiar julgamento sobre compra da Agip Brasil pela Petrobras

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) adiou, mais uma vez, a continuação do julgamento da operação em que a Petrobras comprou os ativos da Agip do Brasil. A operação entre a BR Distribuidora e a Agip ocorreu em 2004 e começou a ser julgada pelo Cade em fevereiro deste ano, sendo retomada há duas semanas, quando o conselheiro Ricardo Cueva pediu vista. Até aquele momento, apenas dois conselheiros haviam proferido seu voto.Hoje, o processo figurava da pauta, mas não chegou a ser apreciado. Com o investimento na Agip do Brasil, a Petrobras elevou sua participação de 0,4% no mercado de GLP para 21,8%, passando a disputar o mercado de GLP com a holandesa SHV (23,6%) e com a Ultra (24,3%).

Agencia Estado,

30 de agosto de 2006 | 16h43

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.