Cai projeção de inflação para 2006

As projeções de mercado para o IPCA deste ano caíram de 4,61% para 4,60%, segundo o relatório semanal Focus, do Banco Central (BC), divulgado hoje de manhã. Apesar da queda, o porcentual estimado ainda é superior aos 4,50% da meta central fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para este ano. As previsões, no entanto, ainda se encontram dentro do intervalo de tolerância de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo.A pesquisa do BC registrou, ao mesmo tempo, uma alta das estimativas de IPCA para este ano das instituições Top 5 de 4,68% para 4,83% no cenário de médio de prazo. Há quatro semanas, estas projeções estavam em 4,70%. Para 2007, as previsões de IPCA divulgadas pela primeira vez ficaram em 4,50%, porcentual igual ao do centro da meta de inflação já fixada para o próximo ano. As expectativas de IPCA suavizadas em 12 meses à frente recuaram, por sua vez, de 4,62% para 4,57%. Apesar da queda, o porcentual projetado ainda é maior que os 4,52% esperados há quatro semanas.Para este mês de janeiro, as estimativas de variação do IPCA subiram de 0,51% para 0,55%. Esta foi a terceira alta seguida destas previsões, que estavam em 0,40% há quatro semanas. Para fevereiro, as expectativas de IPCA aumentaram de 0,45% para 0,47%. Há quatro semanas, estas previsões estavam em 0,43%. As previsões de reajuste dos preços administrados neste ano não mudaram e seguiram em 4,50% pela segunda semana consecutiva. Para 2007, as estimativas de reajuste dos preços administrados divulgadas pela primeira vez ficaram em 4,10%.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2006 | 10h21

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.