Câmbio pressiona e lucro do Casino cai no 1º semestre

O grupo francês Casino registrou uma queda no lucro líquido do primeiro semestre deste ano para 176 milhões de euros, de 193 milhões de euros no mesmo período do ano anterior. Esse número é resultado do lucro das operações contínuas ajustado para o impacto de outros lucros operacionais e despesas, assim como itens financeiros não recorrentes.

AE, Agência Estado

29 de julho de 2014 | 03h36

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também perdeu força e caiu para 1,35 bilhão de euros, de 1,38 bilhão de euros, assim como as vendas do primeiro semestre caíram para 23,25 bilhões de euros, de 23,70 bilhões de euros.

Na semana passada, a varejista havia publicado os números operacionais para o segundo trimestre. Na ocasião, a francesa disse ter registrado uma queda de 1,3% nas vendas, na comparação anual, impactada pela depreciação de moedas estrangeiras, principalmente do real.

Hoje, o Casino explicou que ajustado para a flutuação cambial, o lucro líquido do primeiro semestre cresceu 5,8% na comparação com o primeiro semestre do ano passado.

Em termos orgânicos, leitura que exclui efeitos do câmbio, do petróleo e do calendário, o Casino disse ter obtido um crescimento de 13,3% no lucro comercial. Na mesma base de comparação, o Ebitda cresceu 9,1% em termos orgânicos. Para o executivo-chefe Jean-Charles Naouri, os números do primeiro semestre confirmam a recuperação do grupo.

Tudo o que sabemos sobre:
Françacasinoresultado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.