Carro brasileiro ganha sistema de navegação por satélite

A experiência de dirigir com uma voz indicando que direção tomar, um enorme sucesso na Europa, chega agora ao Brasil. O Guia 4 Rodas e a MapLink lançaram juntos um navegador que funciona em cerca de 70 cidades brasileiras, em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Pernambuco e Paraíba. "É um mercado que está explodindo na Europa", diz o redator-chefe de Turismo Digital do Guia 4 Rodas, Antônio Campos.Na Europa, a principal empresa que atua nesse ramo é a alemã TomTom, que conta com mais de 200 mil clientes de seu navegador veicular em 16 países. Durante a Copa da Alemanha, os brasileiros que utilizaram o aparelho naquele país ficaram impressionados com a eficácia do serviço - que tinha, entre as línguas disponíveis, até o português, com sotaque de Portugal.Já há outros interessados nesse mercado no Brasil. "Já estudamos e cuidamos deste assunto, mas ainda não temos nada definido", afirmou Rodrigo Costa, diretor de Marketing da Autotrac, empresa do ex-piloto Nelson Piquet, que presta o serviço de rastreamento de veículos. "O navegador é um produto muito associado ao mercado de pessoa física."O aparelho do Guia 4 Rodas e da MapLink deve chegar às lojas no mês que vem, a R$ 2,3 mil. A expectativa é vender 5 mil unidades em um semestre. A Citroen lançará, também em setembro, o primeiro modelo de carro para o mercado brasileiro que já vem com navegador. "A tacada inicial será de 3 mil veículos", disse Nívea Morato, diretora de marketing da montadora. Segundo ela, o objetivo é fazer como foi feito com a série especial do Xsara Picasso, que foi a primeira a vir com tocador de DVD.A Citroen buscava há um ano uma solução local de navegador, que também será oferecido como acessório para os outros veículos da marca. "O equipamento já existia", afirmou Nívea. "O problema era o conteúdo. Testamos outros que mandavam as pessoas para ruas erradas."O navegador funciona com um sistema de localização via satélite chamado GPS. O aparelho tem tela sensível ao toque e dá indicações por voz. O condutor digita o endereço para o qual quer ir e o aparelho, além de mostrar o mapa e indicar por setas, dá as instruções por voz, como "vire à esquerda" e "vire à direita".O aparelho pesa 170 gramas e cabe no bolso da camisa. Ele vem com um suporte para ser instalado no carro. Com 512 megabytes de memória, pode armazenar fotos e músicas digitais. Ele aceita cartões adicionais de memória e se conecta a computadores com o sistema operacional Windows."O que faltavam eram bases de referência", explicou Campos, do Guia 4 Rodas. O projeto para desenvolver o aparelho começou há um ano. "Lá fora, as bases de ruas e estradas estão muito mais maduras e consolidadas." O parceiro MapLink já havia lançado o produto há três anos na versão para computador de mão.Além dos caminhos, o aparelho traz as informações de referência do Guia 4 Rodas, como hotéis, restaurantes, postos de combustível e aeroportos. A idéia é oferecer atualizações semestrais do conteúdo do navegador, que serão cobradas.

Agencia Estado,

11 de agosto de 2006 | 10h15

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.