Cautela limita ganhos da Bolsa de Tóquio a apenas 0,1%

Os investidores da Bolsa de Tóquio mantiveram a cautela hoje à espera da divulgação dos resultados das empresas e da decisão da reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, banco central americano), que termina amanhã. As empresas exportadoras e de transporte aéreo registraram ganhos. O índice Nikkei 225 subiu 0,1%, para 17.490,19 pontos, tendo variado entre 17.452 e 17.558 pontos. Essa pequena margem de variação mostra a cautela da maioria dos investidores em negociar os papéis antes da divulgação dos resultados das blue chips, como Sony e Resona Holdings. Empresas aéreas e exportadoras registraram os melhores resultados do dia, estimuladas pela queda do preço do petróleo e pela progressiva queda do iene em relação ao dólar e outras moedas. Japan Airlines teve alta de 1,2% depois da divulgação de notícias de que o Banco de Desenvolvimento do Japão poderia conceder um novo empréstimo de 45 bilhões de ienes para a empresa. Mas o banco não fez comentários sobre o assunto. Dentre as exportadoras, as fabricantes de semicondutores e montadoras tiveram ganhos. Kyocera subiu 1,6% e Honda Motor avançou 1,5%. A Sony fechou em queda de 1,7% e Resona Holdings encerrou o dia estável. Depois do fechamento do mercado, a Sony divulgou queda de 15% em seu lucro operacional no período de outubro a dezembro. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.