Celulose Irani que emitir até R$ 100 mi em debêntures

Foi solicitado à CVM cancelamento de pedido de registro de emissão de CRIs

Agência Estado,

24 de fevereiro de 2010 | 10h53

A Celulose Irani pretende realizar oferta pública de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor de até R$ 100 milhões. A proposta será debatida em assembleia geral dia 11 de março, quando os acionistas tratarão também do cancelamento de duas emissões privadas de debêntures, uma de R$ 60 milhões e outra de R$ 50 milhões, ambas com escritura firmada em 20 de outubro.

 

Além disso, foi solicitado hoje à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) cancelamento de pedido de registro de emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) que seriam lastreados em créditos imobiliários oriundos de um contrato de locação firmado com a controlada Irani Trading S.A. O pedido foi feito por Brazilian Securities Companhia de Securitização e Banco de Investimentos Credit Suisse.

Tudo o que sabemos sobre:
Celulose Irani, debêntures

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.