Cenário externo e Copom sustentam Ibovespa acima dos 65 mil pontos

Às 13h26, o Ibovespa registrava valorização de 2,33% aos 65.979 pontos

Beth Moreira, da Agência Estado,

22 de julho de 2010 | 11h52

A Bovespa ganhou fôlego extra nesta quinta-feira com notícias positivas vindas do exterior e também com a alta menos expressiva do juro básico da economia brasileira, que impulsionam os papéis de empresas voltadas para o consumo doméstico, construtoras e bancos. Mineradoras e siderúrgicas continuam a trajetória de alta vista nos últimos dias.

 

Às 13h26, o Ibovespa registrava valorização de 2,33% aos 65.979 pontos. Nenhuma ação da carteira operava em queda. No mesmo horário, o Dow Jones subia 1,98% e o S&P 500 registrava alta de 2,16%.

 

Além de números favoráveis sobre a atividade na Europa, as empresas voltadas ao mercado interno reagem positivamente à decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que elevou ontem a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto porcentual, para 10,75% ao ano. De acordo com levantamento do AE Projeções, as previsões se dividiam entre elevação da Selic em 0,75 ponto porcentual e um ajuste menor, de 0,50 ponto porcentual.

 

Também beneficiam o setor os dados de desemprego e renda divulgados hoje pelo IBGE. Segundo o instituto, a taxa de desemprego apurada nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou em 7,0% em junho, ante 7,5% em maio. Já o rendimento médio real dos trabalhadores registrou alta de 0,5% em junho ante maio e aumento de 3,4% na comparação com junho do ano passado. 

 

Lojas Americanas sobe 3,60% e B2W avança 3,08%, ambas entre as maiores altas do Ibovespa. Também sobem Pão de Açúcar (+1,52%) e Lojas Renner (+1,41%).

 

Entre as construtoras, Rossi sobe 3,42% aparecendo também na lista de maiores altas do principal índice da Bolsa paulista. Cyrela (+1,98%), Even (+1,41%), Gafisa (+1,04%), MRV (+2,05%). No setor financeiro Itaú Unibanco (+2,24%), Bradesco (+2,63%) e Banco do Brasil (+2,19%).

 

As companhias aéreas também se beneficiam no cenário positivo externo e doméstico. Gol registra ganhos de 3,55% e TAM opera em alta de 3,20%.

 

Mineração e siderurgia

 

Vale PNA sobe 2,21% e Vale ON avança 2,26%. Os metais básicos dão sequência ao rali desta semana pelo quarto dia seguido, impulsionados por indicadores econômicos melhores do que o esperado na zona do euro.

 

As siderúrgicas acompanham com Gerdau (+2,67%), Gerdau Metalúrgica (+1,92%), Usiminas PNA (+1,95%), Usiminas

ON (+1,54%) e CSN (+3,91%), esta última entre as maiores altas do Ibovespa.

 

Figuram ainda na lista de maiores altas do índice Brasil Ecodiesel (+4,82%), Telemar PN (+3,50%) e Cemig PN (+3,13%).

Texto atualizado às 13h29

Tudo o que sabemos sobre:
BolsaIbovespaValePetrobrásCopom

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.