Cenário externo faz Bovespa cair

Às 15h15, o Ibovespa registrava desvalorização de 1,28%, aos 65.136 pontos

Beth Moreira, da Agência Estado ,

24 de agosto de 2010 | 15h01

A renovação dos temores em relação à recuperação da economia americana dá o tom negativo aos mercados internacionais nesta terça-feira. A Bovespa acompanha o movimento, puxada pela quedas de ações de blue chips. Resistem na lista de altas papéis de algumas empresas voltadas ao mercado interno e companhia elétricas.

Às 15h15, o Ibovespa registrava desvalorização de 1,28%, aos 65.136 pontos. O giro financeiro era de R$ 3,2 bilhões, com previsão de R$ 5,89 bilhões para o fechamento. No mesmo momento, o Dow Jones registrava queda de 1,05%, enquanto o S&P 500 caía 1,32%.

Além da expectativa de dados desfavoráveis sobre o PIB americano, previstos para sexta-feira, a aversão ao risco aumentou após a queda maior que o esperado nas vendas de imóveis residenciais usados nos Estados Unidos para 27,2% em julho. A previsão era de uma baixa de 14,3%.

Segundo operadores o cenário macroeconômico se sobrepõe às notícias corporativas, o que ocasiona uma baixa generalizada nas ações que mais subiram nos últimos dias, ou seja, que mais têm gordura para queimar. "Hoje o mercado está tenso", resume um profissional.

As ações da Petrobrás ensaiaram uma recuperação no início do pregão, mas não resistiram ao mau humor do mercado. Há instantes os papéis PN recuavam 0,79% e os ON operavam em baixa de 1,06%. Além da queda de mais de 1,30% do preço do barril na Nymex eletrônica para a casa dos US$ 72,10, ainda pesa sobre os títulos a indefinição sobre o processo de capitalização da companhia. OGX, do empresário Eike Batista, recua 0,44%.

Os papéis da Vale dão continuidade às perdas registradas ontem, desta vez, apenas acompanhando a queda das commodities metálicas no mercado internacional. Vale PNA recuava 2,58% e ON registrava desvalorização de 2,28%.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsaaçõesBovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.