Cesp lidera as quedas da Bovespa às vésperas de oferta

As ações preferenciais da Cesp (Companhia Energética de São Paulo) lideravam as quedas do índice Ibovespa no final da manhã, já influenciadas pela precificação de sua oferta pública primária de ações. Às 12 horas, o papel perdia 4,05%, para R$ 15,40, com R$ 2,64 milhões negociados. O índice Ibovespa, no entanto, operava em alta de 0,23% às 12h09. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje a venda da CTEEP (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista) para a colombiana Interconección Eléctrica SA (ISA), por R$ 1,2 bilhão. A oferta de ações da Cesp esperava pela definição da liquidação financeira desta operação, uma vez que os recursos serão utilizados pelo governo do Estado de São Paulo para aderir à distribuição. Até ontem, o mercado trabalhava com a informação de que a demanda pelos papéis da Cesp estaria em duas vezes. Hoje, a notícia que circula é que a procura seria de 1,5 vez. Na avaliação dos operadores, a adesão dos atuais acionistas da empresa não se deu conforme o esperado. Até a semana passada, a expectativa é que, para não serem diluídos, os acionistas acompanhassem a oferta e dessem conta de R$ 1 bilhão. Este valor, somado ao R$ 1,2 bilhão que será aportado pelo governo de SP, faria com que restasse cerca de R$ 600 milhões ao mercado. Em vez de fixar o número de ações emitidas, a Cesp estabeleceu valor financeiro para a operação, de R$ 2,8 bilhões. O intervalo para a fixação do preço das ações abriu entre R$ 13,00 e R$ 17,00. Grande parte das apostas é que o preço fique por volta dos R$ 14,50.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.