Cheque especial está disponível, mas é muito caro

O cheque especial é um limite de crédito concedido pelo banco a seus correntistas com melhor análise de risco. Para oferecer ou não esse crédito, o banco avalia a renda do cliente, o volume de aplicações financeiras no banco e o histórico de bom pagador que o cliente tenha. Esses fatores pesam na definição do limite do crédito. Algumas instituições também oferecem cheque especial com juro mais baixo quando o cliente tem bom histórico de crédito. O juro do cheque especial, no entanto, costuma ser caro e mais elevado que as linhas de empréstimo pessoal e chega facilmente a 10% ao mês. Isso representa 214% ao ano. Quem tem dívidas no cheque especial deve trocar por empréstimos pessoais. Faça uma pesquisa entre vários bancos para encontrar o crédito mais barato. Uma dica importante para quem vive pendurado no cheque especial é ver a concorrência do mercado. Há momentos em que os bancos fazem uma verdadeira guerra, com promoções sobre o uso do cheque especial. Como essa é uma linha cara, vale a pena fazer a pesquisa e trabalhar com banco que tenha taxas menores e tolere mais dias sem o pagamento de juros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.