Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

China diz que novo banco deve complementar instituições existentes

O ministro de Finanças da China, Lou Jiwei, disse que a proposta de criar uma banco de desenvolvimento para a região da Ásia é complementar e não competir com os credores existentes, como o Banco Mundial.

AE, Estadão Conteúdo

21 de março de 2015 | 10h40

Segundo a agência oficial de notícias Xinhua, Lou Jiwei afirmou que a criação do Banco de Investimento em Infraestrutura da Ásia, prevista para o final de 2015, permitiria que a China assumisse mais responsabilidades para o desenvolvimento global.

Os comentários de Lou foram publicados no sábado e, aparentemente, visavam amenizar as preocupações dos EUA após Alemanha, França, Itália e Reino Unido anunciarem planos de entrar no projeto do banco.

Lou disse que outros países seriam convidados a participar, mesmo depois de um prazo de 31 março. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinabanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.