China facilita operações de bancos estrangeiros no país

A China vai facilitar a abertura de filiais e operações de bancos estrangeiros no país, de acordo com a agência oficial de notícias chinesa Xinhua.

Estadão Conteúdo

20 Dezembro 2014 | 19h22

As novas regras, anunciadas pelo órgão regulador do sistema financeiro chinês, retiraram as exigências para que os bancos estrangeiros tenham que injetar ao menos 100 milhões de yuans (US$ 16 milhões) em ativos circulantes na abertura de uma filial no país. Os bancos, entretanto, continuam sendo obrigados a manter capital social de pelo menos 1 bilhão de yuans se optarem por uma incorporação local.

As mudanças também reduzem de três para um ano o tempo de espera para início das operações em yuan e eliminam a obrigatoriedade de apresentação de lucro em dois anos.

Segundo a Xinhua, as novas regras entrarão em vigor em 1º de janeiro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Chinabancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.