China puxa ganho de bolsas da Ásia no fechamento

Superávit comercial chinês em agosto alcançou US$ 28,6 bilhões, ante US$ 17,8 bilhões registrados em julho

09 de setembro de 2013 | 06h41

Os mercados de ações da Ásia fecharam em alta nesta segunda-feira, após a divulgação de positivos resultados de indicadores da China. Além disso, as ações em Sydney avançaram depois que a eleição federal australiana resultou no primeiro governo conservador do país em seis anos.

A China registrou um superávit comercial de US$ 28,6 bilhões em agosto, de US$ 17,8 bilhões em julho. Já as exportações aumentaram 7,2% em agosto, na comparação com o mesmo mês do ano passado, o que indica que a segunda maior economia do mundo está se recuperando de uma desacelaração observada no ano passado.

Além disso, a China informou que a inflação no país permanece contida, com o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subindo 2,6% em agosto em relação ao mesmo mês do ano passado, em linha com a mediana das previsões de 11 economistas consultados pela Dow Jones.

O índice Xangai Composto subiu 3,4%, para 2.212,52 pontos, seu melhor ganho porcentual até o momento em 2013. O índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu 0,6%, para 22.750,65 pontos. O índice Shenzhen Composto fechou em alta de 0,9%, aos 1.039,91 pontos.

Além disso, as ações de alguns bancos chineses dispararam por causa do impacto da planejada zona de livre comércio em Xangai. O Bank of Communications e o Shanghai Pudong Development Bank subiram ao limite máximo diário de 10%, cada um.

Nas últimas semanas, os investidores passaram a comprar ações de empresas que devem se beneficiar da zona de livre comércio. A Shanghai International Port (Group), por exemplo, ganhou 165% no mês passado, em comparação com um avanço de 8,2% no índice Xangai Composto, no mesmo período.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 ganhou 0,7%, aos 5.181,50 pontos, depois que a eleição federal no país resultou no primeiro governo conservador em seis anos, pondo fim a um período de incerteza política desde que a votação foi convocada no início do ano.

Algumas ações de mineradoras superaram o mercado mais amplo após o resultado da eleição, uma vez que a coalizão Nacional Liberal se comprometeu a retirar os impostos sobre as emissões de carbono e partes da indústria de mineração. A BHP Billiton subiu 1,4% e a Rio Tinto ganhou 1,4%.

Puxado pelos ganhos nos mercados estrangeiros, o índice Kospi, da Coreia do Sul, subiu 1% para 1.974,67 pontos. Em Taipé, o índice Taiwan Weighted encerrou a sessão com avanço de 0,3%, aos 8.192,11 pontos. Nas Filipinas, o índice PSEi subiu 0,4%, para 5.997,04 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires. (Lucas Hirata - lucas.hirata@estadao.com)

Tudo o que sabemos sobre:
ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.