Claro pede à CVM registro inicial de companhia aberta

O pedido de registro é na categoria A, sem pedido de oferta pública de distribuição de valores mobiliários concomitante

FERNANDA GUIMARÃES, Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2014 | 13h21

A Claro Telecom entrou nesta quinta-feira, 7, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) com pedido de registro inicial de companhia aberta. O pedido de registro é na categoria A, sem pedido de oferta pública de distribuição de valores mobiliários concomitante.

O pedido ocorre para cumprimento de exigência da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que autorizou a unificação da operação das empresas do grupo Claro, mas exigiu a abertura de capital da Claro S/A ou da Claro Participações S/A como condicionante para a incorporação da Embratel.

Tudo o que sabemos sobre:
ClaroCVM@estadãoconteudo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.