CNH elevará capacidade de produção no Brasil

A Case New Holland Global, empresa do Grupo Fiat, anunciou ontem um aporte de capital de US$ 200 milhões para as suas unidades no Brasil, com o objetivo de fortalecer as operações industriais e comerciais no País. De acordo com o presidente da CNH Latin America, Valentino Rizzioli, os recursos serão aplicados nas unidades brasileiras ao longo de quatro anos, incluindo o exercício de 2006.A empresa fabrica tratores e colheitadeiras agrícolas nas fábricas de Piracicaba (SP) e Curitiba (PR). Produz ainda equipamentos para a construção civil na unidade de Contagem (MG) e possui um centro de logística em Itu (SP).Do montante de recursos, 50% serão aplicados na área agrícola, 40% no setor de máquinas de construção e os 10% restantes na parte administrativa e de logística. Segundo Rizzioli, a maior aposta da CNH Latin America no Brasil é em relação à construção civil, em face da necessidade urgente de o País investir em infra-estrutura. A expectativa é aumentar a capacidade de produção da fábrica na região metropolitana de Belo Horizonte.Até maio deste ano, de acordo com Rizzioli, as marcas Case e New Holland responderam por 43,8% do mercado brasileiro de equipamentos para a construção civil - de um total de 2,8 mil máquinas vendidas no País. No ano passado, essa participação fechou em 37,5%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.